Última hora

Última hora

Nevões paralisam Moscovo e Kiev

Em leitura:

Nevões paralisam Moscovo e Kiev

Tamanho do texto Aa Aa

A cidade de Moscovo voltou a despertar coberta de neve. O manto branco atingiu entre os 28 e os 35 centímetros e o frio veio para ficar, pelo menos mais uma semana, com as temperaturas a oscilarem entre os 10 e os 15 graus negativos. O nevão provocou longas filas de trânsito e atrasos nos voos. 15 mil limpa-neves foram mobilizados na capital russa.

Os moscovitas cansaram-se de esperar pela Primavera. Com humor, uma senhora diz que “é terrível e que se está a 55 de fevereiro e não a 25 de março”.

“Não é nada bom. Trabalhamos na rua e temos trabalhado tanto o inverno todo… e agora mais uma dose. Abril está a chegar e é nevão atrás de nevão!”, diz outro moscovita.

Na Ucrânia, o cenário não é melhor. O fim de semana ficou marcado pelas quedas de neve que paralisaram os transportes em várias regiões e privaram de eletricidade mais de 600 localidades. Em Kiev, o manto branco atingiu os 50 centímetros em 24 horas. As autoridades deram um dia de descanso suplementar aos trabalhadores.