Última hora

Última hora

Itália: A quimera de formar governo

Em leitura:

Itália: A quimera de formar governo

Tamanho do texto Aa Aa

Na sua quimera para formar governo, Pier Luigi Bersani recebeu nova nega do Movimento 5 Estrelas nas conversações que foram, pela primeira vez, abertas ao público e transmitidas em direto na internet.

O movimento cívico recusa dar um voto de confiança a um eventual governo de Bersani, tornando impossível, para já, que um futuro executivo tenha a confiança do Senado, um voto que é obrigatório para que os novos governantes possam iniciar funções.

À saída da reunião, o líder do Movimento 5 Estrelas no Senado disse estar de acordo com “alguns pontos” do programa político de Bersani, mas reiterou que “foi tomada a decisão de votar não” na moção de confiança que terá de ser obrigatoriamente apresentada.

Por seu turno, Bersani afirmou no final do encontro que “só um doente mental poderá ter vontade de formar um governo nesta altura”, em Itália.

Terça-feira, as negociações do centro-esquerda com o centro-direita também resultaram em nada, já que Bersani recusa a ideia de formar uma grande coligação com Berlusconi.

No meio do impasse, o presidente recebe Bersani esta sexta-feira, mas Giorgio Napolitano nem sequer pode convocar novas eleições, já que o seu mandato termina em abril.