Última hora

Última hora

Napolitano tenta solucionar crise sem fim à vista

Em leitura:

Napolitano tenta solucionar crise sem fim à vista

Tamanho do texto Aa Aa

A jogada cabe agora ao presidente Giorgio Napolitano no complexo tabuleiro do xadrez da política italiana. Depois do vencedor das eleições do mês passado ter anunciado ao chefe de Estado que não tinha conseguido formar governo, Napolitano comprometeu-se a encontrar uma solução e reúne-se com as principais forças políticas.

O presidente propôs então um governo de grande coligação, mas Pier Luigi Bersani rejeita a ideia, face a possíveis consequências internas na sua aliança de centro-esquerda.

Quanto a Berlusconi e as forças de centro de direita que encabeça, há disponibilidade. “Estamos prontos a aceitar a nomeação de um membro do Partido Democrático para a chefia do governo, mesmo sendo o secretário-geral, Pier Luigi Bersani, ou outros.

Il Cavalieri rejeitou ter apresentado a contrapartida de ter direito de escolha no nome do próximo presidente. O mandato do atual chefe de Estado termina já em maio.

Os terceiros mais votados, Beppe Grillo e o seu movimento cinco estrelas, com capital político suficiente para fazer a Itália sair do impasse rejeita apoiar forças que consideram serem responsáveis pela crise do país.

Resta saber até quando a Itália vai permanecer sem governo.