Última hora

Em leitura:

Síria: reconstruir a educação


learning world

Síria: reconstruir a educação

Em parceria com

Após dois anos de muita violência, derramamento de sangue, famílias deslocadas e destruição, são poucas as escolas na Síria que se encontram em condições. Segundo a UNICEF, 20% das escolas neste país foram completamente destruídas deixando as crianças sem possibilidade de educação.

Alepo foi palco de alguns dos combates mais ferozes da guerra civil. A UNICEF estima que apenas neste distrito 300 escolas tenham sido danificadas. Mas há quem se recuse a baixar os braços esforçando-se por manter uma certa normalidade incluindo dar educação às crianças. Nour Al-Haq, 30 anos de idade, é professora e decidiu travar a sua própria guerra trazendo as crianças de volta à escola.

Segundo Maria Calivis, diretora regional da UNICEF para o Médio Oriente e Norte de África, “a situação é muito grave na medida em que uma crise que dura há 24 meses tem grande impacto no desenvolvimento de uma criança”. A alta responsável da ONU estima que “para os próximos meses é essencial mobilizar pelo menos 5 milhões de dólares para garantir as necessidades mais imediatas que é assegurar a disponibilidade de algumas horas de escola por dia.”

Artigo seguinte

learning world

O peso do Latim e do Grego clássico no mundo atual