Última hora

Última hora

Nesma, 12 anos, voz dos rebeldes sírios

Em leitura:

Nesma, 12 anos, voz dos rebeldes sírios

Tamanho do texto Aa Aa

Na Síria, há quem esteja a usar as crianças como armas. É o caso de Nesma, convertida num objeto de propaganda por parte dos rebeldes.

Tem 12 anos e é conhecida em toda a cidade de Alepo, como a voz das manifestações organizadas todas as sextas-feiras pelo grupo
Al Nusrah.

Hoje, veio alistar-se junto dos rebeldes do Exército Livre da Síria, na linha da frente, em Ezzaa. Está nervosa. O comandante Abu Ali dá-lhe algumas indicações e apresenta-a à família.

Para os rebeldes, Nesma faz o que sabe fazer melhor: cantar.

Acompanhada pelos soldados, segue para a linha da frente, na zona do aeroporto, evitando os snipers, sempre com o colete à prova de balas posto.

O cântico da vitória, no final do dia, tornou-se numa rotina. Os pequenos gestos do quotidinano, muitas vezes esquecidos em locais como este, fazem também parte da rotina.

“Nem todas as crianças deste país brincam com armas, nem sonham com ir para a linha da frente, como Nesma. Felizmente para o futuro da Síria, a guerra ainda não arrebatou a inocência da maior parte”, conclui o enviado da euronews Pablo Herrera.