Última hora

Última hora

Egipto e FMI retomam negociações para empréstimo

Em leitura:

Egipto e FMI retomam negociações para empréstimo

Tamanho do texto Aa Aa

Protestos esta quarta-feira no Cairo em frente ao Supremo Tribunal.

Os manifestantes exigem que o governo abandone as negociações com o Fundo Monetário Internacional com vista à obtenção de um empréstimo de cerca de 3,7 mil milhões de euros para aliviar os efeitos da crise na economia.

O protesto coincidiu com um encontro entre representantes do FMI e do governo egípcio que retomaram esta quarta-feira as negociações .

“O ministro das finanças afirma que vai assinar o empréstimo antes do final deste mês e o ministro para a Cooperação Internacional e Planeamento diz que vão aprovar o empréstimo antes das eleições parlamentares. Eu digo que eles não têm o direito de fazer isso” afirma Khaled Ali, antigo candidato presidencial.

O acordo com o FMI foi concluído em novembro mas a ratificação do empréstimo foi adiada devido à instabilidade política que na altura se fazia sentir.

Dois anos volvidos desde a saída de cena de Mubarak, as reservas de divisas atingiram níveis críticos o que está a comprometer a capacidade do Egipto para adquirir bens essenciais como trigo e combustível.

A fim de obter o empréstimo, o Cairo terá que convencer o FMI de que está disposto a implementar reformas destinadas a incentivar o crescimento assim como reduzir o défice.