Última hora

Última hora

Ex-ministro ucraniano vê pena de prisão confirmada

Em leitura:

Ex-ministro ucraniano vê pena de prisão confirmada

Tamanho do texto Aa Aa

O Supremo Tribunal ucraniano confirmou a condenação a quatro anos de prisão por abuso de poder ao ex-ministro do Interior, Yuriy Lutsenko.

Trata-se de um aliado próximo da líder da oposição, Yulia Tymoshenko també ela a braços com a justiça e a cumprir pena de prisão.

Mykola Kurapov, o procurador da república considera que “os argumentos da defesa sobre a falta de prova de culpa e de não responsabilidade pelas ações de seus subordinados são inconsistentes com a lei que estabelece claramente a responsabilidade pessoal do ministro para as políticas e as ordens .

O Tribunal decidiu manter inalterada a prisão, aceitando apenas reduzir o montante da coima imposta .

A esposa, Irina Lutsenko considera este julgamento um “circo”. “Não estou à espera de nada deste governo, nem do presidente Yanukovych, mas por outro lado não vamos ficar de mãos tadas se Yanukovych decidir humilhar o meu marido e mais uma vez dar-lhe o seu perdão, numa falsa demonstração de clemência. Não vamos implorar. “

Preso desde o final de 2010, Lutsenko é uma figura de proa da Revolução Laranja de finais de 2004.

O Tribunal Europeu dos Direitos do Homem decidiu em 2012 que a prisão de Lutsenko e de Yulia Timochenko são arbitrárias”.

“O veredicto do supremo Tribunal Superior significa que Yuri Lutsenko deve permanecer atrás das grades, os seus advogados não descartam a possibilidade de perdão presidencial.”