Última hora

Última hora

Coreia do Norte já definiu planos militares contra EUA

Em leitura:

Coreia do Norte já definiu planos militares contra EUA

Tamanho do texto Aa Aa

É mais passo rumo a um eventual confronto: a Coreia do Norte anunciou ter aprovado o projeto de operações militares contra os Estados Unidos. No comunicado oficial foram utilizadas expressões como o “esmagamento” de inimigos, invocando o recurso a armas nucleares para o concretizar.

Alegadamente, Pyongyang já posicionou uma bateria de mísseis de médio alcance apontada para o Pacífico.

Os Estados Unidos reforçam o poderio militar na zona. A Rússia considera “totalmente inaceitável” a posição de Pyongyang, que acusa de bloquear as hipóteses de um futuro diálogo sobre o programa nuclear. A França apela à China que intervenha.

No meio de tudo isto, grande parte dos trabalhadores do complexo intercoreano de Kaesong estão impedidos de ir trabalhar. Um deles afirma que “o ambiente nesta área industrial é gelado. Há vários soldados norte-coreanos a controlar a fronteira. Os trabalhadores estão preocupados.”

Entre o que não passa de retórica e o que pode não o ser, alguns analistas consideram crítico o dia 15 de abril, por se assinalar o aniversário de Kim Il-Sung, o fundador do regime norte-coreano.