Última hora

Última hora

Parlamento ucraniano dividido

Em leitura:

Parlamento ucraniano dividido

Tamanho do texto Aa Aa

A maioria leal ao presidente Viktor Yanukovich abandonou a sessão parlamentar esta quinta-feira reunindo-se num outro edifício.

A oposição tem ocupado a tribuna na assembleia em protesto exigindo novas eleições para o conselho e presidência da câmara de Kiev.

Os deputados do Partido das Regiões que juntamente com os comunistas formam a maioria parlamentar iniciaram uma nova sessão num edifício situado nas proximidades.

O presidente da Assembleia afirma que tem legitimidade para abrir uma nova sessão.

“Os deputados dizem que têm uma maioria constitucional e de acordo com a lei eu posso abrir a sessão do parlamento”, adiantou Volodymyr Rybak.

Um elemento da oposição, Vitaliy Chuhunnikov, foi impedido de entrar no local onde a maioria realizava a sessão legislativa na qual foram aprovadas novas leis.

A oposição denunciou o ato como um golpe de estado ao estilo soviético.

O caso tem lugar numa altura em que Kiev negoceia um empréstimo do Fundo Monetário Internacional ao mesmo tempo que tenta convencer a União Europeia de que estão em curso reformas democráticas das quais depende a assinatura de um acordo de comércio livre.

A correspondente da euronews, Angelina Kariakina, afirma que estes acontecimentos são um perigo para o processo democrático na Ucrânia mostrando que as crises parlamentares poderão conduzir à dissolução da Assembleia.