Última hora

Última hora

Islamitas radicais tentam assaltar residência de diplomata iraniano

Em leitura:

Islamitas radicais tentam assaltar residência de diplomata iraniano

Tamanho do texto Aa Aa

Muçulmanos sunitas tentaram tomar de assalto a residência de um diplomata sénior iraniano no Cairo em protesto contra o reforço das relações entre o Egito e a república islâmica do Irão, um país de maioria xiita.

Cerca de uma centena de salafistas lançaram gritos de protesto e chegaram mesmo a içar uma bandeira da Síria, para associar o regime de Bashar al-Assad a Teerão.

“O Egito é um país muçulmano e sunita e nós não aceitaremos xiitas aqui, porque eles insultam o profeta Maomé e os companheiros do profeta. Se eles entrarem aqui nós acabamos com vida deles”, afirmou um manifestante.

O repórter da Euronews, Mohammed Shaikhibrahum e o operador de câmara chegaram mesmo a ser agredidos. O nosso enviado referiu que “o reinício das relações diplomáticas entre o Irão e o Egito depois de anos de hostilidade foram uma provocação para os grupos islamitas radicais que acusam os iranianos de responsabilidade no sangue derramado na Síria, no Iraque e interferência nos assuntos das nações sunitas.