Última hora

Última hora

Passar o testemunho

Em leitura:

Passar o testemunho

Tamanho do texto Aa Aa

Todos os anos há 450 mil transferências de companhias na Europa. Uma operação, por vezes, muito delicada, por causa da falta de preparação ou da ausência de estruturas para ajudar os empreendedores. Em Barcelona, existe uma plataforma especializada que permite a dezenas de empreendedores dar este passo com êxito.

Xavier e Jordi trabalham juntos há um ano e meio. Em conjunto com o irmão Carles, Jordi tomou conta da empresa de Xavier, que decidiu reformar-se. Uma empresa de limpeza de grafitos e de instalação de películas anti-UV e infravermelhos em montras. Xavier não se limitou a vender. Acompanha também os novos proprietários.

“Tive a obrigação de trabalhar um ano como assessor da empresa para qualquer problema que pudesse surgir, oferecer a minha experiência e durante três anos ter uma percentagem das vendas da empresa”, conta Xavier Capmany Crehuet da Soleplex Swiss.

“É importante que ele esteja a nosso lado, porque conhece o mercado, os clientes e as pequenas subtilezas da empresa”, afirma Jordi Tarrats, comprador da Soleplex Swiss.

Hoje, esta empresa emprega uma dezena de pessoas. Acabam de ser efetuadas duas contratações. Graças aos esforços de Xavier e Jordi, a empresa está a entrar em novos mercados, como em França.

“São duas pessoas que podem fazer progredir uma empresa, na qual eu, depois de 45 anos, depositava muitas esperanças”, sublinha Xavier.

“Nós investimos no mercado francês e graças a isso recrutámos uma nova equipa e esperamos faturar mais 20 ou 30% do que no ano passado”, diz Jordi.

Foi numa plataforma da internet que Xavier encontrou um comprador para a sua empresa. Reempressa é a primeira estrutura deste tipo em Espanha, um ponto de encontro entre vendedores e compradores de PMEs.

“É entre seis a oito vezes mais fácil dar continuidade a uma empresa existente do que começar do zero”, frisa Antoni Abad i Pous, presidente da Reempresa.

Reempresa foi criada há menos de dois anos. Propõe também serviços como ajuda na elaboração de planos de negócios. Os resultados são encorajadores.

“A Reempresa já efetuou 80 operações, preservou 250 empregos e investiu 4,4 milhões de euros”, realça Antoni.

“Para mim as chaves do êxito consistem em saber gerir os riscos e sofrimentos ligados a qualquer projeto empresarial, para conseguir uma liberdade individual”, conclui Jordi.