Última hora

Última hora

Rússia: oposição protesta contra repressão política

Em leitura:

Rússia: oposição protesta contra repressão política

Tamanho do texto Aa Aa

Centenas de russos juntaram-se nas ruas de Moscovo para protestar contra a repressão política levada a cabo pelas autoridades.

O protesto serviu para relembrar os membros da oposição detidos a 06 de maio de 2012, numa manifestação autorizada pelo Kremlin, tal como a deste sábado. Nas fotografias podiam ser vistos rostos de personalidades detidas no seguimento de outras formas de protesto, como as ativistas do grupo punk Pussy Riot.

Gennady Gudkov, antigo deputado e membro da oposição, diz que “o protesto tem como objetivo acabar com a repressão política maciça a que temos vindo a assistir. A pior aconteceu nos anos 30 e fez dezenas de milhões de vítimas. Não queremos voltar ao tempo dos Gulags, não queremos que essas tragédias se repitam e estamos aqui para dizer isso.”

“Se os membros da oposição forem condenados a vários anos de prisão, então é mais um passo para a Rússia se tornar num Estado totalitário. Por isso devemos resistir”, defende o ativista dos direitos humanos, Lev Ponomarev.

Nos cartazes dos manifestantes podiam ser lidas frases como “Fartos do Gang de Putin” ou “O Estado é Escumalha.”

Recorde-se que no mês passado as autoridades de Moscovo procederam a centenas de inspeções a organizações não-governamentais para fazer respeitar a lei que considera “agentes estrangeiros” as associações cívicas que recebem financiamento do exterior do país. Uma lei vista como mais uma medida para calar a oposição.