Última hora

Última hora

Anonymous bloqueia sites israelitas

Em leitura:

Anonymous bloqueia sites israelitas

Tamanho do texto Aa Aa

Dezenas de sites israelitas estavam, este domingo, bloqueados devido aos ataques informáticos lançados pelo grupo Anonymous.

Os hackers prometeram “apagar” o Estado hebraico do ciberespaço, um sinal de solidariedade para com o povo palestiniano.

A data não foi escolhida ao acaso.

“Eles decidiram avançar com o ataque a sete de abril por ser o dia do memorial do Holocausto. Começaram por atacar sites de média e de pequena dimensão, mas pelo que vemos, não conseguiram entrar em sites governamentais” explica Roni Bachar, especialista em ciberataques.

O Estado hebraico que joga ao contra-ataque garante estar no encalce do grupo graças a um site de monitorização que permite seguir o rasto dos hackers.

“Aqui temos um mapa do mundo inteiro e vemos que há pessoas a colocar alertas a dar conta de ataques com quem mantemos o contacto. Este mapa mostra a informação recolhida por todas essas pessoas que estão a ser alvo de ataques por parte do grupo Anonymous. As informações são dadas em tempo real” conclui Roni Bachar.

De acordo com a imprensa israelita, os hackers acederam a pelo menos 19 mil contas no Facebook.

O grupo que prometeu atacar 1000 sites garante que a iniciativa conta com o apoio dos melhores piratas informáticos mundiais.