Última hora

Última hora

Bancos ameaçam Eslovénia

Em leitura:

Bancos ameaçam Eslovénia

Tamanho do texto Aa Aa

A Eslovénia pode ser o próximo país a pedir um resgate. É a opinião da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), que considera que Ljubljana subestimou o estado de saúde do seu setor bancário.

Os bancos eslovenos, quase todos públicos, detêm 7 mil milhões de euros de ativos tóxicos, o que corresponde a um quinto do PIB do país. Mas, segundo a OCDE, o montante pode ser muito superior e Ljubljana deveria refazer os “testes de resistência” aos bancos.

A situação económica eslovena tem vindo a deteriorar-se, tal como as condições de financiamento após o caso cipriota. A contração económica deverá superar os dois por cento este ano e a dívida pública mais do que duplicou desde 2008. Corresponde agora a 47% do PIB.

A organização aconselha Ljubljana a privatizar os bancos viáveis e a deixar falir os que não são viáveis.