Última hora

Última hora

Presidente arménio toma posse entre protestos e greves de fome

Em leitura:

Presidente arménio toma posse entre protestos e greves de fome

Tamanho do texto Aa Aa

A tomada de posse do presidente arménio Serge Sarkisian para o segundo mandato foi rodeada de protestos.

Os resultados são contestados pela oposição. O candidato derrotado Raffi Hovanessian acabou agora uma greve de fome que durou 15 dias, em protesto contra os resultados.

Hovanessian, que já foi ministro dos Negócios Estrangeiros, pôs fim à greve de fome para poder ter forças para voltar à luta política.

Sarkisian foi reeleito depois de um primeiro mandato controverso. Pouco depois das primeiras eleições, em 2008, os confrontos entre a polícia e os apoiantes da oposição fizeram dez mortos.

Sarkisian entra neste segundo mandato com mais confiança, depois de uma relativa pacificação e de um regresso ao crescimento económico, apesar de mais de um terço da população viver abaixo do limiar da pobreza.

A estes problemas juntam-se o conflito com o Azerbaijão em torno do enclave de Nagorno-Karabah e a guerra diplomática com a Turquia.