Última hora

Última hora

Susto Real e milagre amarelo

Em leitura:

Susto Real e milagre amarelo

Tamanho do texto Aa Aa

Cristiano Ronaldo a abrir e a fechar, pelo meio o Galatasaray assustou. O atacante português marcou os dois golos do Real Madrid na derrota dos merengues em Istambul por três bolas a duas, que ainda assim coloca os merengues nas meias-finais da Liga dos Campeões.

A equipa de José Mourinho, no entanto, ia pagando bem cara a displicência no segundo tempo e tremeu graças aos golos de Emmanuel Eboué, Wesley Sneijder e Didier Drogba no espaço de 15 minutos.

O golo de ponta-de-lança costa-marfinense é um hino ao futebol, tal como foi o duelo entre Borussia Dortmund e Málaga. Depois do nulo da primeira mão, os espanhóis entraram decididos a marcar e colocaram-se em vantagem por intermédio de Joaquín.

Robert Lewandowski ainda respondeu mas os andaluzes traziam a lição bem estudada e voltaram a colocar-se em vantagem no marcador com um golo de Eliseu.

Com o tempo a escassear e a necessidade de marcar dois golos para seguir em frente poucos acreditavam no sucesso da equipa da casa, mas a verdade é que foi isso mesmo que aconteceu.

Marco Reus e Felipe Santana, ambos nos descontos, transformaram o sonho do Málaga num pesadelo. A equipa alemã garantiu in extremis um lugar entre as quatro melhores equipas da Europa e é a única que ainda não conheceu o sabor da derrota na competição.