Última hora

Última hora

Teerão assegura que central nuclear foi poupada por terramoto

Em leitura:

Teerão assegura que central nuclear foi poupada por terramoto

Tamanho do texto Aa Aa

As autoridades iranianas garantem que o terramoto, que atingiu ontem o sul do país, não afetou a estrutura da central nuclear de Busher.

O sismo de 6,3 de magnitude na escala de Richter terá provocado a morte de pelo menos 37 pessoas, ferindo mais de 850.

Segundo a Cruz Vermelha, uma aldeia teria sido totalmente destruída pelo abalo que foi sentido igualmente, com menos intensidade, em países do Golfo como o Qatar ou o Bahrein.

O epicentro do terramoto foi registado às 4 da tarde locais, numa zona altamente sísmica, na povoação de Kaki, a sudeste da cidade de Bandar Busher e a cem quilómetros da central nuclear de Busher.

Tanto Teerão como Moscovo, responsável pela construção da central, garantiram esta noite que o abalo não afetou a segurança da instalação.

O Irão é o único país do mundo cuja atividade atómica não está subordinada à convenção internacional sobre segurança nuclear, em virtude do braço de ferro internacional sobre o programa atómico do país.

Vários especialistas sublinham a perigosidade de Bousher, construída sobre uma zona sísmica, na interseção entre três placas tectónicas.

O terramoto de ontem coincidiu com as celebrações do “dia nacional da tecnologia nuclear”, promovido por Teerão, a nível oficial, para defender a independência energética do país.