Última hora

Última hora

Roupa íntima à prova de violação

Em leitura:

Roupa íntima à prova de violação

Tamanho do texto Aa Aa

A violação em grupo de uma jovem indiana num autocarro em dezembro e consequente morte provocou indignação em todo o mundo. Agora um grupo de estudantes da universidade SRM de Chennai, no sul da Índia, inventou roupa interior “antiassalto” sexual.

O soutien está equipado com GPS e emite uma descarga elétrica de 3800 quilovolts. “As pessoas colocam-nos com frequência uma pergunta : e se a mulher ficar eletrocutada? Quero dizer que isso não é possível porque esta roupa íntima tem uma camada isolante que vai estar em contacto com o corpo. Por isso ela nunca apanhará choques elétricos”, diz Rimpi Tripathi, estudante de engenharia e uma das inventoras do sistema.

Os casos de violação têm ganho muito espaço mediático no Índia. Ainda no mês passado uma turista suíça foi violada por um grupo de homens. Muitas mulheres estão receosas. “Estes dias têm sido difíceis para as mulheres andarem na rua, é muito inseguro, especialmente em Chennai, nos comboios e nos autocarros. Por isso acho que esta inovação é de facto muito útil para todas nós e esperamos que eles façam-na perfeita”, diz Shanjali Sharma, estudante.

A Índia está dotada de leis robustas de igualdade de género mas são pouco respeitadas devido a hábitos feudais enraizados na sociedade e instituições indianas.