Última hora

Última hora

Eurogrupo aprova resgate de Chipre e dá mais sete anos a Portugal

Em leitura:

Eurogrupo aprova resgate de Chipre e dá mais sete anos a Portugal

Eurogrupo aprova resgate de Chipre e dá mais sete anos a Portugal
Tamanho do texto Aa Aa

Os ministros das Finanças do Eurogrupo validaram, esta sexta-feira, em Dublin, na Irlanda, as condições do plano de resgate de Chipre.

A ilha vai receber dez mil milhões de euros, embora haja especulações de que as necessidades financeiras do país ascenderiam agora a 23 mil milhões de euros, mais seis mil milhões do que o previsto. Uma notícia desmentida por Nicósia e fontes europeias.

À chegada ao encontro, o ministro cipriota das Finanças, Haris Georgiades, afirmou que esperava a aprovação política do programa e que estão prontos para trabalhar para a retoma. Temos um acordo e temos de o fazer funcionar”.

Nicósia terá pedido sim o uso antecipado dos fundos estruturais europeus para impulsionar a economia, que deverá contrair mais de 12% nos próximos dois anos.

O presidente do Eurogrupo, Jeroen Dijsselbloem, acrescenta: “O resgate será de dez mil milhões e será financiado pelos impostos sobre os depósitos bancários, as privatizações e outras medidas. Não há surpresas”.

Já no caso de Portugal e Irlanda, o Eurogrupo é favorável a um prolongamento de sete anos dos prazos de reembolso dos empréstimos. Lisboa deu garantias de que vai avançar com medidas pata compensar as chumbadas pelo Tribunal Constitucional e respeitar a meta orçamental este ano.