Última hora

Última hora

Blasfémias valem pena de prisão suspensa a pianista turco

Em leitura:

Blasfémias valem pena de prisão suspensa a pianista turco

Tamanho do texto Aa Aa

Blasfémias contra ao Islão valem pena suspensa de 10 meses de prisão para o pianista turco Fazul Say. O músico foi considerado culpado de “insulto aos valores religiosos de uma parte da população” por comentários na rede social Twitter. Say arriscava a ser condenado a uma pena de prisão efetiva de ano e meio.

Na primeira audiência, em Outubro, o pianista e compositor, considerado opositor ao atual governo islâmico conservador, declarou não ter tido intenção de insultar ou humilhar o islão e os crentes.

Numa das mensagens usadas contra o acusado podia-se ler: “Não sei se repararam, um perdedor, uma não-entidade, um ladrão ou um parvo é sempre seguidor de Allah”.