Última hora

Última hora

Fabius: o ministro mais rico

Em leitura:

Fabius: o ministro mais rico

Tamanho do texto Aa Aa

Os elementos do executivo francês publicaram, esta segunda-feira, as declarações do património. A lista está disponível na página oficial do governo.

No total, 38 elementos do executivo acederam ao pedido do chefe de Estado que tenta, assim, serenar os ânimos da população depois ter vindo a público que o ex-ministro do Orçamento não tinha, afinal, declarado uma conta na Suíça.

O ministro dos Negócios Estrangeiros lidera a lista dos mais ricos.
Laurent Fabius, herdeiro de um negociante de arte, declarou um património na ordem dos seis milhões de euros.

O governo promete não ficar por aqui.

“É uma etapa necessária. Além disso, tal como disse o primeiro-ministro, vai haver controlos. A luta contra a fraude fiscal vai continuar. Esta é apenas a primeira parte de um processo necessário, mas que não é suficiente. É preciso continuar” afirma o ministro da Agricultura, Stephane Lefoll.

O projeto de lei que visa reforçar a transparência vai dar entrada, ainda, este mês no parlamento. A ideia é alargar a medida a deputados e a representantes locais.

Segundo uma sondagem publicada na imprensa francesa, a iniciativa de François Holland é aplaudida pela maioria da população. Uma medida que 63 por cento dos franceses diz ser necessária para garantir a transparência numa democracia moderna.