Última hora

Em leitura:

Coreia do Norte: "a nossa retaliação vai começar sem qualquer aviso"


Coreia do Norte

Coreia do Norte: "a nossa retaliação vai começar sem qualquer aviso"

A Coreia do Norte voltou à carga com ameaças ao vizinho Sul, no mesmo dia em que foram divulgadas imagens dos eventos do líder Kim Jong-un por ocasião do aniversário do presidente fundador. Depois de várias semanas de uma crescente tensão, a retórica bélica parecia ter acalmado, mas esta terça-feira Pyongyang exigiu um pedido de desculpas do vizinho por causa de protestos nas ruas de Seul no dia nacional norte-coreano na segunda-feira.

Uma apresentadora da televisão norte-coreana citou militares que afirmaram: “a nossa retaliação vai começar sem qualquer aviso”.

Do outro lado do paralelo 38 e apesar de habituadas a ameaças, as autoridades sul-coreanas estão em alerta e realizam inúmeros exercícios, como simulacros, neste caso de um ataque nuclear.

Tanto Seul como Washington têm demonstrado abertura de diálogo sem pré-condições, com a China a disponibilizar a mediação.

Também esta terça-feira, um helicóptero norte-americano despenhou-se junto à fronteira com a Coreia do Norte. O pentágono abriu uma investigação para determinar com rigor a causas.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

O pesado legado do chavismo