Última hora

Última hora

Space Coder: uma ferramenta do futuro

Em leitura:

Space Coder: uma ferramenta do futuro

Tamanho do texto Aa Aa

O rato tornou-se numa ferramenta de utilização diária quer no trabalho quer no lazer. O CSEM, Centro Suíço de Eletrónica e Micro técnica, em Neuchâtel, na Suíça, inventou aquele que poderá ser considerado um rato do futuro.

Para a equipa de desenvolvimento desta tecnologia o Space Coder, utilizado como um rato em 3D, poderá mudar a forma como interagimos com os computadores e é uma ferramenta mais precisa e simples para o desenho em 3D.

O Space Coder – uma pequena caixa preta – utiliza um sistema baseado em luz e sombra para ler, em 3D, a posição de uma fonte de luz com uma precisão de um nanómetro.

“O Space Coder pode ser também utilizado para mover um objeto em 3D, angularmente, virando-o como queremos de forma muito precisa. O Space Coder também pode funcionar como um telecomando, um único botão é suficiente para navegar nos menus. O Space Coder é um princípio que funciona através de sombras. Imagine que a folha branca é um sensor de visão, uma webcam por exemplo, se eu colocar a minha mão a uma distância fixa deste sensor as variações de posição de uma fonte de luz são detetadas pelo Space Coder. A sombra projetada, analisada ​​pelo sensor, permite detetar a posição 3D da fonte de luz. Quando se move, ela também se move, quando se aproxima ou se afasta, cresce ou diminui. O princípio é muito simples e é baseado nas sombras chinesas e na imagem de sombra”, explica o engenheiro Eric Grenet.

O Cycle Power é outra aplicação baseada no Space Coder. Graças a luzes, colocadas no pedal, o Space Coder mede, em escala nano métrica, a força exercida sobre ele, em tempo real.

Esta aplicação pode ser utilizada por amadores que desejem melhorar o seu rendimento no ciclismo e por desportistas de alta competição que exigem medições precisas de esforço durante o treino, dentro ou fora de casa.

Mas há outras potencialidades para esta ferramenta. Cientistas estão a usar uma ferramenta chamada Sun Tracker, que é capaz de determinar, com absoluta precisão, o ângulo do Sol em relação à Terra.

O Sun Tracker é outra aplicação do Space Coder. Como deteta a posição em 3D de qualquer fonte de luz, com alta precisão, pode calcular, de forma precisa, a posição do sol.

Esta ferramenta deteta uma nova posição do Sol a cada 10 minutos, com uma precisão angular de 250 micro-graus. Estas medições são necessárias para aplicações espaciais, para satélites ou orientação dos aviões.

Em colaboração com o Centro de Engenharia Biomédica, ARTORG, em Berna, o Space Coder será usado como guia por imagem em microcirurgia nos casos de implantes auditivos, onde a precisão é imperativa. A cirurgia consiste na perfuração, minimamente invasiva, de um túnel atrás da orelha para passar o elétrodo diretamente na cóclea.

Qual é a diferença entre uma operação feita com a Space Coder e a cirurgia tradicional?

“As outras tecnologias, por exemplo aquela que utiliza uma câmara estereoscópica, que é muito maior e mais cara são, sobretudo, menos precisas. O Space Coder serve-se de luzes, fixas no crânio do paciente, para guiar o instrumento Robótico e abrir o túnel e chegar à cóclea”, adianta a engenheira Amina Chebira.

Através de um gráfico é possível compreender melhor o processo.

“Exatamente, o objetivo é ajudar os instrumentos cirúrgicos a seguirem a trajetória e a chegarem aqui, ao vermelho, à cóclea que fica no ouvido interno, o local onde se vai colocar o implante. É aí que a precisão do Space Coder é de suma importância porque há muito pouco espaço aqui”, explica a engenheira.