Última hora

Última hora

"O Pequeno Príncipe" tem 70 anos

Em leitura:

"O Pequeno Príncipe" tem 70 anos

Tamanho do texto Aa Aa

“O Pequeno Príncipe” pode estar a ficar mais velho, mas o seu idealismo juvenil continua fresco. Publicada pela primeira vez em 1943, a obra popular de Antoine de Saint-Exupéry prepara-se para celebrar 70 anos. Para marcar a ocasião, os aficionados deste poeta pioneiro podem ver o manuscrito original, numa exposição em Paris, com os esboços em aguarela de Saint-Exupéry.

Olivier d’Agay, diretor da Organização Antoine de Saint-Exupery-d’Agay: “Encontramo-nos dentro de um tesouro. Estamos num cofre, entramos, e aqui está o tesouro. Este tesouro é a alma de “O Pequeno Príncipe”. Da expressão evocada através de desenhos, não apenas os desenhos do livro, mas também aqueles feitos antes e depois do livro. Saint-Exupéry sempre esboçou este pequeno príncipe como uma expressão de si mesmo, uma representação de si mesmo, uma extensão”.

Baseando-se na sua experiência como aviador, na Segunda Guerra Mundial, o conto de Saint-Exupéry é sobre um piloto que, perdido no deserto, encontra um jovem príncipe, que também caiu dos céus.
O livro continua a vender mais de um milhão de cópias por ano.

Nicolas Delsalle, secretário geral da Fundação Antoine de Saint-Exupery para a juventude: “O Pequeno Príncipe é o livro mais traduzido no mundo e existem várias versões em braille, mas os desenhos nunca tinham sido feitos a três dimensões. Portanto, é uma técnica de edição em braille, que transcreve o desenho, para o tornar legível aos leitores cegos, através do toque.”

Antoine de Saint-Exupéry morreu depois do seu avião ter sido abatido no Mediterrâneo, em 1944. Deixou para trás outros romances, mas será sempre lembrado pelo seu pequeno príncipe.