Última hora

Última hora

Tatcher dividia a opinião pública e suscitava respeito entre os pares

Em leitura:

Tatcher dividia a opinião pública e suscitava respeito entre os pares

Tamanho do texto Aa Aa

Respeito, reconhecimento e algumas críticas foram a tónica dominante dos sentimentos demonstrados pelos ingleses que quiseram prestar uma última homenagem a Margaret Thatcher.

Lady Hamilton, amiga de Thatcher testemunha

“Ela era muito especial, uma extraordinária primeira ministra, muito corajosa e fez o que achava que era correto.”

Simon Hughes, líder liberal-democrata:

“Eu entrei ao Parlamento quando a senhora Thatcher foi eleita, e estive sete anos com ela como primeira ministra. Foi uma figura destacada durante o século passado, uma figura marcante na história do pós-guerra no Reino Unido, e a primeira mulher no poder.”

Jim Murphy, trabalhista:

“Foi a sua ação que conseguiu mais votos para ganhar ao partido trabalhista nas eleições e mudou substancialmente o país, manteve-nos fortes a nível internacional, mas dividiu-nos a nível interno…claro que temos diferentes pontos de vista, estamos em democracia.”

Michael Portillo, conservador.

“Uma da coisas em que acreditava Margareth Thatcher era no debate e na liberdade de expressão. Não ficaria acharia mal que ocorressem manifestações ou protestos no dia de hoje. Ela achava que tinha razão, e a causa disso é que submetia sempre as próprias ideias ao debate.”

Perto da catedral de São Paulo, os manifestantes demonstraram, uma vez mais, estar divididos quanto ao seu legado:

“Margaret Thatcher mudou o Reino Unido, conclui o correspondente da euronews em Londres, e ao fazê-lo, também dividiu profundamente a opinião pública. O debate sobre a dama de ferro ainda vai continuar por muitos anos.