Última hora

Última hora

Síria: Assad avisa que o Ocidente vai "pagar caro" o apoio à Al-Qaida

Em leitura:

Síria: Assad avisa que o Ocidente vai "pagar caro" o apoio à Al-Qaida

Tamanho do texto Aa Aa

Bashar al-Assad avisa que o Ocidente vai “pagar caro”, o apoio à al-Qaida.

Numa entrevista de cerca de uma hora à televisão, o presidente sírio afirmou que a guerra pode alastrar a outros países; recordou que o “Ocidente já pagou muito caro o facto de ter financiado a al-Qaida”, quando a organização dava os primeiros passos no Afeganistão e acusou os ocidentais de estarem hoje “a fazer o mesmo na Síria, na Líbia e noutros locais”. Por isso, o Ocidente “vai pagar caro no coração da Europa e dos Estados Unidos”, ameaçou.

Para Assad, não há outra possibilidade que não seja a sua vitória na guerra, porque “de outra forma a Síria vai desaparecer e nenhum sírio aceita isso”.

Assad acusou a Jordânia de deixar milhares de rebeldes passarem para a Síria e avisou que a guerra pode alastrar ao país vizinho, que vai receber um reforço de cerca de 200 soldados norte-americanos.

Esta quarta-feira, os combates na Síria terão feito mais de uma centena de mortos, segundo o Observatório Sírio dos Direitos do Homem.