Última hora

Última hora

Polónia assinala 70 anos do Levantamento do Gueto de Varsóvia

Em leitura:

Polónia assinala 70 anos do Levantamento do Gueto de Varsóvia

Tamanho do texto Aa Aa

A capital polaca assinalou esta sexta-feira os 70 anos do Levantamento do Gueto de Varsóvia, durante a Segunda Guerra Mundial.

As comemorações contaram com a presença do presidente israelita, Shimon Perez, e do ministro hebraico da Educação, Shai Piron, e ficaram também marcadas pela inauguração do Museu da História dos Judeus da Polónia.

Depois de ser condecorado junto ao memorial aos insurgentes, o veterano Simcha Rotem sublinhou que, na época, “todos sabiam que teriam o mesmo fim. A ideia do Levantamento nasceu da determinação comum, daqueles que simplesmente queriam escolher a forma como iriam morrer”.

Varsóvia contava com o maior gueto judaico estabelecido pelo regime Nazi. 19 de Abril de 1943 marca o início da batalha final entre os habitantes do gueto e milhares de soldados nazis, que se prolongou até Maio.

Antes do Levantamento, 300 mil dos perto de 400 mil habitantes do gueto foram enviados para o campo de extermínio de Treblinka. Após a insurreição, outras 50 mil pessoas foram mortas ou deportadas.