Última hora

Última hora

EUA duplicam ajudas à oposição síria mas deixam de fora as armas

Em leitura:

EUA duplicam ajudas à oposição síria mas deixam de fora as armas

Tamanho do texto Aa Aa

“O momento é crítico”, declara o secretário de Estado americano, John Kerry, e é por isso que os Estados Unidos vão duplicar as ajudas às forças da oposição síria. Em Istambul, no âmbito do encontro dos onze países que apoiam o movimento rebelde contra Bashar al-Assad, Kerry anunciou um montante que ascende aos 190 milhões de euros.

Não abordando a questão das armas que os insurgentes pedem, o responsável diplomático americano disse que este apoio subentende o caminho de “uma solução política pacífica”, mas esclareceu que as ajudas vão passar pelo “Supremo Comando Militar” da oposição, o que pressupõe a canalização de equipamento defensivo.

O líder da Coligação Nacional Síria afastou um cenário de sectarismo e de rivalidades internas, que tem refreado alguns países de fornecerem armamento aos rebeldes. Moaz Al-Khatib garantiu que “todos os civis sírios conhecerão a liberdade e poderão determinar o seu próprio destino.”

À porta do encontro, vários manifestantes de movimentos de esquerda protestavam, envergando imagens de Kerry e de Ahmet Davutoglu, o homólogo turco, que foram queimadas.