Última hora

Última hora

Canadá: suspeitos de atentado contra comboio comparecem em tribunal

Em leitura:

Canadá: suspeitos de atentado contra comboio comparecem em tribunal

Tamanho do texto Aa Aa

Os dois homens acusados no Canadá de planearem um atentado na linha de comboios que liga Toronto a Nova Iorque, apoiados por elementos da Al-Qaeda no Irão, compareceram esta terça-feira perante a Justiça.

Raed Jaser, de 35 anos, e Chiheb Esseghaier, um estudante de doutoramento de 30 anos de origem tunisina, foram detidos na segunda-feira pela polícia canadiana, na sequência de uma investigação em colaboração com o FBI norte-americano que durou um ano.

Os media canadianos afirmam que Jaser é um cidadão dos Emirados Árabes Unidos de origem palestiniana.

Segundo um dos investigadores, foi um alerta da comunidade muçulmana do Canadá que levou as autoridades a vigiarem os dois homens.

Em Ottawa, o presidente do Conselho de Coordenação Muçulmana frisou que “esta ideologia de violência não tem nada a ver com a fé [islâmica]. Como todos os canadianos, [os muçulmanos] querem sentir-se seguros e protegidos no país e acreditam que todos interpretarão este caso pelo que é: as ações criminosas e mal orientadas de uns poucos que não representam a comunidade muçulmana do Canadá”.

Em Teerão, o ministro iraniano dos Negócios Estrangeiros classificou de “ridículas” e “hilariantes” as acusações de que os dois homens teriam recebido apoio de membros da Al-Qaeda na república islâmica.