Última hora

Última hora

Dzhokhar Tsarnaev formalmente acusado no hospital

Em leitura:

Dzhokhar Tsarnaev formalmente acusado no hospital

Tamanho do texto Aa Aa

Sobreviventes e representantes oficiais estiveram entre os milhares de pessoas que cumpriram esta segunda-feira um minuto de silêncio no mesmo local onde se deram as explosões dos ataques de Boston.

Rodeados por flores na “Boylston Street” às 14h50 – exatamente uma semana depois do duplo atentado – muitos curvaram a cabeça em sinal de respeito e dor. Um minuto de silêncio foi também observado em vários outros pontos dos EUA.

Dzhokhar Tsarnaev continua a recuperar dos ferimentos. Num hospital de Boston foi formalmente acusado de “uso de arma de destruição em massa” e de “destruição de propriedade privada resultando em morte”. Além das acusações federais, o suspeito de origem Chechena pode ainda ser alvo da justiça estadual do Massachusetts.

Uma coisa é certa. o processo vai ser civil, como confirma o porta-voz da Casa Branca. “Ele não vai ser tratado como um combatente estrangeiro. Vamos processar este terrorista através do nosso sistema jurídico civil. Ao abrigo da lei americana, os cidadãos norte-americanos não podem ser julgados em comissões militares. É importante relembrar que depois do 11 de Setembro usámos o sistema de tribunais federal para julgar e condenar centenas de terroristas”, declarou Jay Carney, porta-voz da Casa Branca.

Tsarnaev pode ser condenado à pena de morte.

Também esta segunda-feira decorreram as cerimónias fúnebres de duas das três vítimas das explosões: Krystle Campbell, gerente de restaurante de 29 anos; e Lingzi Lu, estudante chinesa.

Um menino de oito anos foi a outra vítima.