Última hora

Última hora

França: Homossexuais já podem casar-se e adotar

Em leitura:

França: Homossexuais já podem casar-se e adotar

Tamanho do texto Aa Aa

Está aprovado o casamento entre pessoas do mesmo sexo em França, uma lei que também abre as portas da adoção a casais homossexuais.

Foram necessárias 136 horas e 46 minutos de debate na Assembleia Nacional antes do polémico projeto-lei ter sido finalmente aprovado com 331 votos a favor e 225 contra, bem acima da maioria de 279 que era necessária.

“Igualdade”, gritaram muitos deputados que aplaudiram de pé o resultado do voto.

A votação decorreu sem surpresas, dada a maioria socialista no Parlamento que garantiu a aprovação desta promessa eleitoral do presidente François Hollande.

A França torna-se assim no 9.º país europeu, o 14.º no mundo, a aprovar o chamado casamento para todos.

Os defensores da lei comparam o momento aos dias em que a França legalizou o aborto ou quando aboliu a pena de morte.

Instantes antes da votação, foram escutados protestos dentro do Parlamento, obrigando o presidente da Assembleia expulsar alguns elementos do público.

Os detratores da lei vão recorrer para o Tribunal Constitucional. O líder parlamentar dos socialistas está confiante que a lei não será considerada “inconstitucional” e aguarda “serenamente” o acórdão. Já um membro da oposição considerou que “não é pelo governo ter aprovado a lei à força e o mais depressa possível que a inquietação vai parar, porque são preocupações mais profundas, sobre o lugar da família na sociedade, sobre a procriação medicamente assistida e as barrigas de aluguer”.

Para o fim de semana estão marcadas manifestações contra e a favor do casamento e da adoção para casais do mesmo sexo.