Última hora

Última hora

França prolonga missão militar no Mali

Em leitura:

França prolonga missão militar no Mali

Tamanho do texto Aa Aa

Os deputados franceses aprovaram o prolongamento da missão militar de França no Mali. Há um consenso entre a classe política, prova disso foram os 342 votos a favor e zero contra. A frente de esquerda absteve-se, apesar de ter votado a favor no início da intervenção.

Depois de 2008, a constituição francesa obriga a este procedimento se as operações militares ultrapassarem os quatro meses, mesmo, neste caso, com o plano de retirada do Mali em marcha.

500 militares gauleses já deixaram o país. Estão ainda mobilizados no país 4000 militares. Paris tenciona reduzir o contingente para 2000 homens em julho e 1000 no final do ano.

Lançada de urgência, a operação serval serviu para fazer frente a uma ameaça rebelde islâmica contra o governo maliano que, depois, lançou um apelo de ajuda à França.