Última hora

Última hora

Liga dos Campeões: Bayern esmaga Barcelona em Munique

Em leitura:

Liga dos Campeões: Bayern esmaga Barcelona em Munique

Tamanho do texto Aa Aa

Surpresa em Munique, na primeira mão da semifinal da Liga dos Campeões. Não tanto pela vitória do Bayern, mas pelos quatro golos sofridos pelo Barcelona, num resultado que deixa a equipa de Tito Vilanova com pé e meio fora da final de Londres, a 25 de maio.

Lionel Messi estava em dúvida para a partida, mas recuperou e foi titular. Mas nem o melhor do Mundo, desta feita, foi suficiente para ajudar a dar expressão concretizadora à já tradicional maior posse de bola dos catalães. Este jogo, aliás, foi mais um exemplo de que a essência do jogo não está no controlo da bola, mas sim em que mais fez por chegar ao golo e o Bayern fez por isso.

Aos 25 minutos, de um canto da esquerda, a bola sobrevoa a defesa, o holandês Robben devolve para o outro lado, o brasileiro Dante assiste e Thomas Muller, de cabeça, abre o marcador.

Logo após o intervalo, de novo num canto, mas da direita, uma vez mais Robben a ganhar ao segundo poste e a assistir Mario Gomez, que, em posição de aparente fora de jogo, adianta a equipa alemã no marcador.

Os alemães estavam inspirados e o melhor que os catalães conseguiam era ter a habitual posse de bola. Mas ao Bayern bastou a tradicional eficácia fria alemã e 37 por cento de posse de bola.

Aos 73 minutos, num lance pela direita, Arjen Robben fugiu ao espanhol Jordi Alba, que parece ser entretanto parado em falta por Muller. O holandês não hesitou, rematou cruzado e colocou o resultado num já surpreendente 3-0.

Nem 10 minutos tinham passado sobre o golo de Robben quando o francês Frank Ribery combinou bem, pela esquerda, com David Alaba e o austríaco serviu a bola de bandeja para o bis de Thomas Muller, que, curiosamente, tinha pedido para sair poucos minutos antes.

Com este resultado, o Bayern de Munique, atualmente orientado por Jupp Heynckes e que na próxima temporada será treinado pelo ex-Barça Pep Guardiola, coloca-se numa posição altamente vantajosa para marcar lugar na final de Wembley. O Barcelona, por outro lado, tem ainda uma palavra a dizer, embora saiba que à partida terá de marcar pelo menos 5 golos aos bávaros. A segunda mão está marcada para 1 de maio, em Camp Nou.