Última hora

Última hora

Rússia: Retomado o julgamento de Navalny

Em leitura:

Rússia: Retomado o julgamento de Navalny

Tamanho do texto Aa Aa

Alexei Navalny regressou hoje ao tribunal onde o opositor de Vladimir Putin é julgado por desvio de fundos de uma empresa pública, um crime que lhe pode valer uma pena de 10 anos num campo de trabalho.

A oposição russa vê neste processo “uma manobra política” para calar Navalny, um dos mais proeminentes opositores de Putin.

A defesa do ‘blogger’ e militante anticorrupção afirma que o processo foi “montado” pelo Kremlin e interpôs recurso para a sua anulação. Navalny afirma que “as acusações são criticáveis” e que o “processo não pode ser apresentado assim ao tribunal” porque contém “vícios de forma incontornáveis”. O advogado de 36 anos está confiante que vai sair com uma vitória do tribunal, mesmo que venha a ser condenado.

Navalny é acusado do desvio de 400 mil euros de uma empresa pública de exploração de madeiras na região de Kirov, 900 km a leste de Moscovo. Este é apenas o primeiro de vários processos movidos nos últimos meses contra o opositor de Putin.