Última hora

Última hora

Desalojados no Haiti expulsos dos espaços públicos

Em leitura:

Desalojados no Haiti expulsos dos espaços públicos

Tamanho do texto Aa Aa

Milhares de desalojados haitianos estão a ser expulsos dos espaços públicos e propriedades privadas em Port-au-Prince.

Pelo menos é o que revela um relatório da Amnistia Internacional. A organização não-governamental já condenou a prática que diz ser ilegal e que conta com a ajuda da própria polícia.

“Estas pessoas vivem com medo de serem expulsas há vários meses. Muitas vezes são atacadas pelas forças da ordem ou por outros indivíduos a meio da noite que chegam com facas e destroem as tendas” afirma Chiara Liquori, investigadora da Amnistia Internacional.

Indivíduos que são ao que tudo indica os proprietários dos terrenos que pedem ajuda às forças da ordem.

As autoridades admitem que a situação é delicada e dizem estar a investigar casos de violência física.

Cerca de 320 mil pessoas continuam desalojadas, três anos após o terramoto de magnitude que devastou o Haiti.