Última hora

Última hora

Irmãos Tsarnaev: FBI investiga eventuais ligações a grupos radicais islâmicos

Em leitura:

Irmãos Tsarnaev: FBI investiga eventuais ligações a grupos radicais islâmicos

Tamanho do texto Aa Aa

O FBI quer saber se os irmãos Tsarnaev contactaram com grupos radicais islâmicos no ano passado no Cáucaso.

As investigações concentram-se no irmão mais velho que em 2012 passou seis meses na República russa do Daguestão. Uma viagem que escapou aos serviços secretos norte-americanos.

Tamerlan chegou a ser interrogado nos Estados Unidos depois da Rússia ter denunciado ligações a grupos extremistas, mas nada ficou provado.

“Tivemos conhecimento da viagem de Tamerlan Tsarnaev. Sabíamos que tinha sido investigado pelo FBI em 2011 e que não foi detetada qualquer ligação a atividades terroristas dentro ou fora do país. Fomos alertados pela Rússia para estarmos atentos aos movimentos de Tsarnaev, mas todas estas questões estão a ser investigadas” afirma Jay Carney porta-voz da Casa Branca.

O irmão mais novo, Dzhokhar Tsarnaev, que continua internado justificou o ataque com as ações militares norte-americanas no Iraque e Afeganistão e descartou o envolvimento de organizações terroristas. Mas desta vez, os serviços secretos norte-americanos querem ter certezas e contam, tal como antes, com a ajuda de Moscovo.