Última hora

Última hora

Navalny afirma que acusações são "vingança política" do Kremlin

Em leitura:

Navalny afirma que acusações são "vingança política" do Kremlin

Tamanho do texto Aa Aa

Alexei Navalny, um dos mais proeminentes opositores de Vladimir Putin, considerou que as acusações de que é alvo são uma “vingança política”. O tribunal de Kirov recusou o pedido de anulação do processo feito pelo militante anticorrupção, que responde pelo desvio de 400 mil euros de uma empresa pública de exploração de madeiras.

Navalny, que arrisca uma pena de 10 anos de prisão, afirmou que o objetivo da ação judicial é afastá-lo da cena política, já que mesmo uma pena suspensa o impede de candidatar-se a eleições.

Os mais recentes relatórios da Amnistia Internacional e da Human Rights Watch acusam o poder na Rússia de estar a realizar a maior “caça às bruxas” desde o desmembramento da União Soviética no início dos anos 90.

O presidente Putin realiza hoje a habitual sessão pública de perguntas e respostas onde o tema de Navalny deve ser abordado. Os apoiantes de Navalny convocaram uma manifestação para o dia 6 de maio.