Última hora

Última hora

Ban Ki-Moon oferece ajuda a vítimas de colapso de edifício no Bangladesh

Em leitura:

Ban Ki-Moon oferece ajuda a vítimas de colapso de edifício no Bangladesh

Tamanho do texto Aa Aa

O secretário-geral da ONU ofereceu ajuda aos afetados pelo colapso de um edifício de vários andares na capital do Bangladesh.

Após dois dias sob os escombros, 72 pessoas foram resgatadas esta sexta-feira com vida. As equipas de socorro localizaram outras cinquenta, bloqueadas no que era antes o terceiro andar do prédio, que albergava sobretudo ateliês têxteis.

Até ao momento foram resgatadas duas mil pessoas, mas estima-se que trabalhavam no local entre três e quatro mil.

Um socorrista explica que, esta sexta-feira, chegaram a detetar uma pessoa com vida, no que restava do segundo andar, “mas infelizmente estava bloqueada entre uma coluna e uma trave que sustentava o edifício de 9 andares. Por isso, não foi possível resgatá-la. Encontrava-se numa situação crítica e acabou por morrer”.

Oficialmente, foram contados cerca de trezentos mortos, mas o balanço parece ainda bastante conservador.

As autoridades acusaram os proprietários das fábricas de têxteis de ignorarem as fendas que apareceram no edifício um dia antes da tragédia. Milhares de trabalhadores da indústria têxtil e familiares denunciaram nas ruas de Dacca as más condições de trabalho no país.