Última hora

Última hora

Rússia: Incêndio vitima maioria dos pacientes de um hospital psiquiátrico

Em leitura:

Rússia: Incêndio vitima maioria dos pacientes de um hospital psiquiátrico

Tamanho do texto Aa Aa

O incêndio que consumiu esta noite um hospital psiquiátrico a norte de Moscovo terá provocado a morte da maioria dos 41 residentes.

Segundo as equipas de resgate, pelo menos 38 pessoas estão dadas como mortas, num momento em que mais de uma dezena de corpos foram retirados dos escombros.

Apenas três funcionários da instalação foram resgatados com vida.

A maioria das vítimas teria morrido sufocada pelo fumo, impedida de fugir devido às barras de proteção instaladas nas janelas.

O incêndio teria começado no telhado do edifício, por razões que permanecem desconhecidas.

O governador interino de Moscovo assegura que, “as famílias das vítimas vão ser indemnizadas. Neste momento a polícia e as equipas de emergência estão no local, bem com um grupo de peritos que deverá fornecer mais detalhes sobre as causas do incêndio”.

Um incêndio que volta a levantar questões sobre as condições e medidas de segurança neste tipo de estabelecimentos na Rússia.

Mais de 7 mil pessoas morreram no país no ano passado, na sequência de incêndios que atingiram clínicas psiquiátricas, hospitais, lares de idosos e mesmo escolas.