Última hora

Última hora

Trabalhadores gregos voltam a manifestar-se em Atenas

Em leitura:

Trabalhadores gregos voltam a manifestar-se em Atenas

Tamanho do texto Aa Aa

Milhares de funcionários públicos regressaram às ruas da capital grega esta sexta-feira para protestarem contra uma nova vaga de despedimentos no setor público.

A medida insere-se no último pacote de reformas acordadas entre o executivo e a troika de credores internacionais.

Em jogo está a próxima tranche do resgate internacional no valor de 8,8 mil milhões de euros que implica o despedimento de 15 mil funcionários públicos até 2014 incluindo 4 mil já este ano.

“O desemprego ultrapassou todos os precedentes históricos, tanto na Grécia como na Europa. Há mais de 21 milhões de desempregados na Europa, um quarto da sociedade europeia vive na pobreza”, afirma Kostas Tsikrikas, presidente do sindicato Confederação de Funcionários Públicos.

A legislação terá que ser aprovada no parlamento antes do país receber os fundos dos credores internacionais. A sessão parlamentar está prevista para este domingo num debate que se prevê aceso.

O ministro da Administração Pública Antonis Manitakis é o principal alvo da fúria dos manifestantes.

Na Grécia, a taxa de desemprego atingiu os 27%, o valor mais alto desde o início do programa de reformas em 2010.