Última hora

Última hora

Boeing 787 Dreamliner regressa aos céus

Em leitura:

Boeing 787 Dreamliner regressa aos céus

Tamanho do texto Aa Aa

O Boeing 787 Dreamliner voltou a descolar, depois de três meses de paragem forçada devido a um problema de sobreaquecimento das baterias auxiliares de lítio.

Um aparelho das linhas aéreas etíopes
descolou hoje do Quénia com um novo sistema elétrico de emergência que, segundo os engenheiros da companhia, evita o risco de um incêndio a bordo.

A Boeing espera assim afastar os receios que levaram à suspensão das entregas do novo aparelho e a uma fatura de mais de 600 milhões de dólares.

O responsável do projeto do 787 Dreamliner, Michael Sinnett, garante que, “o novo revestimento das baterias evita qualquer tipo de avaria no sistema, independentemente das causas que provocaram o incêndio de um aparelho no Japão, no início do ano”.

As causas do incidente ainda estão sob investigação, nos Estados Unidos, mas tanto Washington como Tóquio esperam retomar os voos do aparelho nos próximos dias, depois da substituição do sistema elétrico de emergência.