Última hora

Última hora

: Chernobil: 27 anos depois que futuro?

Em leitura:

: Chernobil: 27 anos depois que futuro?

Tamanho do texto Aa Aa

Na Ucrânia, assinalaram-se na sexta-feira os 27 anos sobre o desastre nuclear de Chernobil, o pior desastre nuclear jamais registado.

A ocasião serviu para divulgar os trabalhos de construção do novo sarcófago em torno do reactor número quatro da central.

Prevê-se que a construção da nova estrutura termine em outubro de 2015. O novo sarcófago tem uma esperança de vida de um século e contém equipamento que permitirá a descontaminação segura no interior do reator afetado.

“Não é segredo nenhum que esta região ainda está contaminada. Apesar dos níveis de elementos radioativos como o Cesio -137 em alguns produtos ser menor agora do que há 10 anos, as concentrações ainda são muito perigosas”, afirma Yuriy Bandazhevskiy do Centro de Ciência e Tecnologia, um especialista nos efeitos da radiação.

A ocasião serviu ainda para assinalar a abertura de um novo hospital construído com fundos europeus e munido de equipamento que mede os níveis químicos e de radiação nos alimentos.

Apesar dos números oficiais darem apenas conta de 31 mortos em resultado direto do incidente, organizações não-governamentais afirmam que mais de 780 mil pessoas teriam morrido devido à radiação.