Skip to main content

Bangladesh: em busca dos últimos sobreviventes do acidente de quarta-feira
close share panel

Share this article

Twitter Facebook
| Partilhe este artigo
|

Cinco dias depois do desmoronamento de um complexo fabril no Bangladesh, as equipas de salvamento continuavam hoje a retirar sobreviventes dos escombros.

Trinta e duas pessoas foram resgatadas com vida ontem, este domingo mais nove pessoas foram salvas, quando cerca de uma dezena permanece sob os destroços.

Um responsável dos bombeiros afirma, “que ainda há sobreviventes sob os escombros. Estamos a tentar resgatar o máximo de pessoas, vivas ou mortas, através destes buracos mas em alguns casos é uma tarefa quase impossível. Quando tivermos a certeza que não há mais sobreviventes começaremos a utilizar as escavadoras para terminar a operação”.

Mais de 700 pessoas permanecem desaparecidas. O balanço das vítimas ascende agora a mais de 366 mortos e mais de 1200 feridos, naquele que é o mais grave acidente industrial no país.

O proprietário do edifício de nove andares que albergava mais de uma dezena de ateliês de pronto-a-vestir, encontra-se ainda em fuga.

Dois diretores de ateliês de costura e dois engenheiros municipais foram entretanto detidos pelas autoridades e deverão comparecer em tribunal na terça-feira.

Os quatro responsáveis são acusados de homicídio por negligência, depois de terem ignorado os alertas dos trabalhadores para o risco de desmoronamento do edifício, alguns tinham mesmo obrigado os empregados a ir trabalhar apesar do perigo iminente.

Copyright © 2014 euronews

Mais informação sobre
| Partilhe este artigo
|

Login
Por favor, introduza os seus dados de login