Última hora

Última hora

Delegação do Parlamento Europeu exige libertação de presos políticos palestinianos

Em leitura:

Delegação do Parlamento Europeu exige libertação de presos políticos palestinianos

Tamanho do texto Aa Aa

De visita à Cisjordânia, a delegação do Parlamento Europeu para as relações com o Conselho Legislativo Palestiniano juntou-se às vozes que pedem a libertação dos presos políticos detidos em prisões israelitas.

A exigência foi feita em Ramallah, durante a conferência “Liberdade e Dignidade”, centrada na situação e papel político dos mais de 4800 palestinianos detidos em Israel, entre os quais Marwan Barghouti, um dos líderes históricos da Fatah.

A esposa de Barghouti diz que “em onze anos, assistimos a uma mudança significativa no que diz respeito à posição europeia, ao nível do Parlamento Europeu e dos parlamentos nacionais nos países europeus, bem como ao nível das instituições da sociedade civil e das instituições europeias de defesa dos Direitos Humanos. É uma mudança positiva”.

A conferência de Ramallah serviu também para assinalar os onze anos de cativeiro de Marwan Barghouti, considerado como um herói pela maioria dos palestinianos e como um terrorista pelo estado hebraico.

O correspondente da euronews, Mohammed Shaikhibrahim, diz que “estão em curso esforços locais, acompanhados por uma campanha internacional, para libertar os presos palestinianos, aplicando os acordos internacionais e, em primeiro lugar, a convenção de Genebra. Um objetivo é relançar o processo de paz israelo-palestiniano, já que a questão dos presos é um dos problemas não resolvidos entre ambas as partes”.