Última hora

Última hora

Fim de busca por sobreviventes nos escombros de edifício que ruiu no Bangladesh

Em leitura:

Fim de busca por sobreviventes nos escombros de edifício que ruiu no Bangladesh

Tamanho do texto Aa Aa

A primeira-ministra do Bangladesh visitou hoje os escombros do edifício que ruiu na passada quarta-feira nos subúrbios da capital, no mesmo dia em que as equipas de resgate deram por terminada a busca por sobreviventes.

Até ao momento, o balanço da tragédia é de 381 mortos e cerca de mil feridos, mas o número definitivo de vítimas mortais só será conhecido quando forem removidos todos os escombros do prédio de oito andares, que albergava essencialmente ateliês têxteis.

A mãe de uma vítima diz que perdeu a filha e pergunta “como é que a família vai sobreviver”, explicando que “ela era a única que tinha trabalho para sustentar a família” e que o marido “enlouqueceu depois de ouvir a notícia” da morte da filha.

Uma jovem que sobreviveu ao colapso do edifício explica que passou “três dias entre os escombros, antes de ser resgatava e levada para o hospital”. Acrescenta que a mãe, que trabalhava com ela, “desapareceu” e diz esperar que, mesmo se “ela já não estiver viva”, possa “recuperar o corpo”.

Milhares de trabalhadores da indústria têxtil voltaram a manifestar-se para denunciar as más condições de trabalho e exigir a pena de morte para o proprietário do edifício, detido este domingo quando tentava fugir para a Índia.