Última hora

Última hora

Itália: Governo Letta quer ressuscitar a economia

Em leitura:

Itália: Governo Letta quer ressuscitar a economia

Tamanho do texto Aa Aa

É através de um ambicioso programa que o novo governo italiano quer ressuscitar a terceira maior economia da zona euro. Enrico Letta não hesitou em falar de uma “Itália moribunda” para evocar a necessidade de reorientar com urgência o país da austeridade para o crescimento.

O programa é uma compilação de medidas de várias formações políticas. Um dos pontos emblemáticos é o congelamento, já em junho, do pagamento da segunda tranche do polémico imposto sobre a residência principal. O executivo quer também estabelecer um salário mínimo para as famílias mais pobres, baixar as cotizações sociais e criar incentivos à contratação de jovens.

O objetivo é impulsionar o mercado laboral, num país onde o desemprego ronda os 12%. Entre os jovens atinge os 35%.

Mas como é que o governo pensa financiar as medidas, ao mesmo tempo que se compromete a respeitar as metas orçamentais acordadas? Enrico Letta ainda não disse como, mas os mercados reagiram de forma positiva ao fim do impasse político.

No leilão de dívida, esta segunda-feira, Roma vendeu 6 mil milhões de euros em obrigações a dez e cinco anos e as taxas caíram para níveis de outubro de 2010.