Última hora

Última hora

Dopagem: 1 ano de prisão para o médico Eufemiano Fuentes

Em leitura:

Dopagem: 1 ano de prisão para o médico Eufemiano Fuentes

Tamanho do texto Aa Aa

Um ano de prisão para o médico Eufemiano Fuentes, o principal arguido do escândalo de dopagem “Operação Puerto”. Já as bolsas de sangue recolhidas durante a investigação serão destruídas, um golpe para as autoridades desportivas que desejavam avançar com processos contra os atletas implicados no esquema de dopagem dirigido por Fuentes.

Para além de Fuentes, também o preparador físico José Ignacio Labarta foi condenado, no caso a quatro meses de prisão. Os restantes três réus foram absolvidos.

O escândalo rebentou em 2006 e envolveu vários ciclistas de primeiro plano na altura, casos de Jan Ullrich, Ivan Basso ou Francisco Mancebo que foram proibidos de participar na Volta a França, tal como a Astana, equipa dirigida por Manolo Saiz. O diretor desportivo foi agora ilibado da acusação de crime contra a saúde pública tal como o seu colega Vicente Belda e a irmã de Fuentes.