Última hora

Em leitura:

Letta quer guerra ao desemprego


Itália

Letta quer guerra ao desemprego

O novo primeiro-ministro italiano conquistou o seu primeiro voto de confiança e promete pressionar por uma mudança na União Europeia.

Enrico Letta critica a austeridade e apela a uma busca de soluções para o crescimento económico e o emprego.

“A questão que estará no topo da agenda do meu governo é o desemprego. Somente com emprego podemos sair do pesadelo de empobrecimento e avançar para o crescimento e superação da injustiça social, criando riqueza”.

A moção de confiança no seu governo de coligação direita-esquerda obteve facilmente 453 votos a favor e 153 contra na Câmara dos Deputados, a câmara baixa.

Letta foi apoiado pelo seu próprio Partido Democrata de centro-esquerda (PD), de centro-direita Povo da Liberdade, Silvio Berlusconi (PDL) bem como pelos centristas liderados pelo ex-primeiro-ministro Mario
Monti. O governo entrará em funções após um segundo voto no Senado esta terça-feira.

No entanto uma sondagem mostra que apenas 41 por cento dos italianos aprovam o executivo. A coligação formada por antigos adversários não cria confiança.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Tragédia de Dhaka vai ter indemnizações