Última hora

Última hora

Liga dos Campeões: Espanhóis querem vingança do 'blitzkrieg' alemão

Em leitura:

Liga dos Campeões: Espanhóis querem vingança do 'blitzkrieg' alemão

Tamanho do texto Aa Aa

O Real Madrid quer “vingança” da humilhação em Dortmund e vai poder contar com Cristiano Ronaldo, que regressa de lesão. Mas se quiserem marcar presença na final da Liga dos Campeões, os pupilos de José Mourinho têm de dar a volta a uma desvantagem de 4-1 para poderem lutar por um décimo título europeu.

Depois do ‘blitzkrieg’ que arrasou a armada espanhola na Alemanha, o Real Madrid quer “vingança”, segundo Sérgio Ramos. O capitão dos merengues está consciente da tarefa hercúlea que o Real tem pela frente face a um clube alemão que tem “provado ser um dos candidatos” à vitória nesta edição da Champions, com final agendada para o estádio de Wembley, em Londres.

O Borussia Dortmund não embandeira em arco com a vantagem que trouxe da Alemanha graças a um póquer de golos de Lewandowski.
Em busca de um segundo título europeu e de uma segunda presença na final, depois do triunfo em 1997, o conjunto de Dortmund sabe que o Real tem potencial para dar a volta à eliminatória.

Jürgen Klopp promete não estacionar o autocarro à frente da baliza, até porque não quer alterar a forma como a equipa joga. O técnico antevê mais “um jogo muito intenso”, como os três que já disputou esta temporada com o Real.

Montanha ainda mais difícil de escalar para o Barcelona, na quarta-feira, depois da derrota 4-0 em Munique face ao Bayern.