Última hora

Última hora

Trabalhadores do Bangladesh pedem justiça

Em leitura:

Trabalhadores do Bangladesh pedem justiça

Tamanho do texto Aa Aa

Inconformadas com a morte de mais de 400 trabalhadores, milhares de pessoas saíram à rua, em Daca, no Bangladesh, para exigir justiça.

Pedem pena máxima para os proprietários das fábricas de confeção do prédio que desabou há uma semana e condições de segurança na indústria têxtil, motor da economia do país.

“É com tristeza que celebramos o primeiro de maio poucos dias depois da derrocada de um prédio onde estavam instaladas cinco fábricas têxteis e onde morreram mais de 400 pessoas” afirma o dirigente sindical, Amirul Hog.

“Estamos aqui para pedir o castigo máximo para os proprietários porque são responsáveis pela morte de centenas de trabalhadores. Os patrões deviam ser condenados à pena de morte e as famílias das vítimas indemnizadas, acrescenta Moshrefa Mishu, representante sindical.

Nos escombros foram encontrados logótipos de conhecidas marcas ocidentais como a italiana Benetton, a espanhola El Corte Inglês e a irlandesa Primark. Esta cadeia de roupa anunciou, entretanto, que vai indemnizar as famílias das vítimas.

402 corpos foram resgatados até ao momento. 150 pessoas estão dadas como desaparecidas.